Confiar no processo

A gente sabe que a tentativa de controlar eventos externos é frustração na certa, não é mesmo? (E por que insistimos nisso?).

E mais: esperar uma garantia de sucesso antes de começar alguma coisa, é colocar uma pedra sobre qualquer iniciativa!

Aqui, nossa alternativa é confiar no processo, trabalhar com generosidade e propósito, e aceitar tanto os bons quanto os maus resultados, como reforça Seth Godin no seu novo livro A Prática (com tradução de Carlos Bacci, pela Alta Books Editora).

Confiar no processo é saber que fazemos nosso melhor. É estar presente no agora. É cuidar dos detalhes. É dedicação.

Agora, me conte: quando bate aquela dúvida, o que lhe traz de volta ao processo?

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.