Cartas para ti mesmo. Mas podemos modernizar: um email para ti próprio.

Uma dica de escrita criativa é escrever cartas pra ti mesmo. O princípio é igual ao do diário: tu escreves, ninguém mais lê, e assim pratica a escrita sem cobranças. O “plus a mais” é que as duas técnicas funcionam como escrita terapêutica também. Ou seja: têm o bónus do autoconhecimento ❤️

Tu podes escrever a carta no papel, lacrar o envelope, assinalar em que data ela deverá ser aberta e guardá-la numa caixa. (É bom um certo autocontrole para não abrir a carta antes do tempo!)

OU…

Usar o site FUTUREME.ORG e mandar pra ti mesmo as mensagens por e-mail. Tu programas no site a data em que desejas recebê-lo e por lá mesmo podes dar um reply pro teu “eu” do passado.

Conheço o site desde 2009, quando num rompante escrevi um e-mail pra Bia de 2029!!! 😳

Esqueci-me do site por completo, até redescobri-lo em 2015, quando passei a escrever e-mails anuais, sempre no dia 31 de dezembro.

Receber e reler os e-mails é emocionante, os responder é ainda mais gratificante. (Percebes porque fiquei super emocionada?!)

❤️ Essa é uma dica que vale por muitas, porque a escrita de “uma carta pra ti” carrega tanto poder, tanta emoção, que a vejo como um presente. É sério, não estou a exagerar! Escreve a carta, e depois que a receber, vais perceber o que digo. E se te lembrares, me conta!

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.