Inventar histórias é um jogo divertido

Esquece aquela visão do escritor solitário em sua cabana, isolado de tudo e de todos enquanto escreve o livro da sua vida.

Essa cena romântica, clichê de filmes de hollywood, só serve se for para passarmos o tempo na frente da TV, porque na prática, ela pouco ou quase nada nos ajuda na hora em que nós nos sentamos para escrever as nossas histórias. Talvez ela até nos bloqueie – não somos tão bons quanto a personagem, não podemos nos isolar ou quem tem uma cabana charmosa daquelas?

Escrever pode ser difícil – trabalhos académicos, muitas vezes, são como um parto de elefante! Criar textos para clientes pode ser uma tarefa complexa. Lidar com criatividade, técnica e prazos é sempre desafiador.

Mas aqui eu quero concentrar-me nas histórias escritas por gosto, daquelas onde soltamos a imaginação, sem pressa ou controle, sem prazo ou expectativas. Um exercício livre da nossa criatividade (acredite: todos nós somos criativos!).

Então, se tu sentes alguma dificuldade para criar histórias, fantasiar e te divertir no processo, eu sugiro um jogo diferente, que pode ser jogado sozinho ou com a família e amigos: Rory’s Story Cubes (www.storycubes.com). São caixinhas temáticas com 9 com pictogramas em suas faces, totalizando 54 dicas para construir a sua história.

Tenho a caixinha Voyages, e os dados indicam sempre uma grande aventura!

As únicas regras são: começar com “era uma vez” e conectar todos os pictogramas ao criar a sua narrativa.

Tu podes usar três dados para cada parte do enredo – começo, meio e fim. Nas caixinhas, outras dicas de como usar os dados.

Há no mercado, outras opções, até em versão digital, na tua loja de apps preferida.

E tu, diz-me, já conheces alguma?

Uma resposta para “Inventar histórias é um jogo divertido”

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.