No meio do meu caminho

 

 

 

É incrível. Mas uma chuvinha de nada já atrapalha horrores a vida de quem tem que passar pela Lagoa. A rua vira rio. Os carros levantam água. A gente sofre.

Como é que eu vou sã e salva pra casa, agora?

Acabei de tirar essas fotitas… [é, a máquina fica sempre na bolsa – coisas de quem é addict!]

Uma resposta para “No meio do meu caminho”

  1. Fica feliz, criatura de deus. Eu saí daqui já estava escuro e tive que passar por baixo do elevado da Perimetral. Demorei só 2h40 pra chegar em casa. Socorro! Ninguém merece este tempitcho.

    Bisouzocas,

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...