Rascunho


Estava tudo ali. Quase no seu devido lugar. Quase tudo à mão. Apesar de entulhado, o espaço tinha um sentido. Aquela existência havia sido planejada em detalhes. Cada vaso, cada pote. Cada tinta a colorir o preto-e-branco-existir. Os livros não eram detalhes. Ela tinha passado o dedo em cada uma daquelas milhares de páginas. Leu linha por linha. Abstraiu conceitos. Formulou teorias. E as guardou na estante.

Afastada de tudo, como uma terceira pessoa, observava.
Procurando sentido, investigando detalhes despercebidos.
Afinal, toda história tem uma moral.

*inspirado na imagem que veio daqui. *

2 respostas para “Rascunho”

  1. ai amiguxa…….. foi piada! rs. é que eu mando umas imagens e os alunos tem de viajar na maionese, hehe.
    love you.

    bj bj

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...