As janelas da minha vida

Você lembra que sou fissurada em janelas, não é mesmo? Pois então…

 

Das janelas da vida, vislumbro idéias . Pontos espalhados por aí, como naquela brincadeira, entro no jogo e ligo um a um, imaginando o que vai dar – ainda não sei ao certo – não me preocupo. Estou me divertindo.

 

Uma janela se abre. E outra. Mais uma…

 

Essas deliciosas janelas foram clicadas por um amigo virtual lá de Minas, o Alessandro Bastos. Gostei tanto que pedi pra colocar na parede. Antes de ganhar moldura, ela ganha este espaço aqui.

2 respostas para “As janelas da minha vida”

E você, o que pensa sobre isso?! Comente aí, vai...